Pular para o conteúdo

O uso “certo” da bombinha na asma

08/04/2011
uso_correto_espacador_01

A terapia inalatória é tão essencial para o manejo atual da asma que é difícil imaginar a época em que a doença era tratada sem esse método. Embora a “bombinha” seja usada desde a década de cinquenta, ainda hoje nos deparamos com o uso incorreto desse revolucionário método de tratamento da asma.

A via inalatória é considerada de escolha para o tratamento da asma por atuar diretamente nos pulmões com doses mínimas e consequentemente, menor risco de efeitos colaterais indesejáveis.

Ao utilizar a via inalatória, o asmático deve ter como objetivo a garantia da deposição das partículas dos medicamentos nos locais onde sua ação é desejada: os canais por levam o ar até os pulmões, chamados brônquios.  Eles se ramificam em pequenos canalículos e se parecem com os galhos de uma arvore. Grande parte das falhas no uso da medicação inalatória na asma se deve a deposição inadequada dos medicamentos. Simplificando, a medicação não chega aos pulmões e não faz o efeito desejado. Fica depositada na boca ou na garganta e pode ser até deglutida, passando pelo estômago. Assim, mesmo usando o remédio, a pessoa não melhora. Os asmáticos e seus médicos devem estar atentos para essa possibilidade como causa da resposta incompleta ao tratamento ou o que é pior, o uso excessivo da medicação.

Existem vários dispositivos que utilizam a via inalatória, como os nebulizadores muito usados no passado, inaladores de pó seco e os dispositivos dosimetrados mais conhecidos como bombinhas.

Na bombinha, os medicamentos para o tratamento da asma estão suspensos ou dissolvidos num propelente. Estes estão armazenados sob pressão dentro de um recipiente de metal (canister).
Com este dispositivo é possível liberar uma dose certa do medicamento sob a forma de aerossol. 
Os aerossóis são suspensões de diminutas partículas (líquidas ou sólidas) em um gás ou em uma mistura de gases.

Para que ocorra uma deposição adequada nas vias aéreas inferiores, deve ser gerado aerossol com partículas respiráveis. Vários fatores influenciam essa deposição adequada e a boa resposta à terapia inalatória. A medicação inalada é muito segura, mas precisa ser usada do jeito certo para ter seu efeito garantido.

A seguir, explicamos a maneira correta de inalar a medicação em aerossol (bombinha) por crianças acima de sete anos e adultos.

TÉCNICA INALATÓRIA

1-Fique de pé ou sentado

2-Agite a medicação vigorosamente por cinco segundos

3-Retire a tampa da medicação

4-Posicione a medicação em forma de L, para cima, próxima á boca.

5-Deixe um espaço de 4 a 5 dedos entre a boca e a saída do aerossol.

6-Faça uma respiração bem funda e completa, inspire e expire uma vez
antes, preparando os pulmões para receber a medicação.

7-Dispare um jato de cada vez (aperte a parte de cima) e comece a
inspirar lenta e profundamente ao mesmo tempo do disparo. (Coordenação da
respiração ao disparo do jato)

8-Mantenha a respiração por dez segundos (conte mentalmente até dez)

9-Solte o ar e junto com ele, retire o dispositivo da boca. (Cuidado
para não soltar o ar antes)

10-Para o segundo jato, refaça todos os passos desde agitar a
medicação.

No caso de crianças ou idosos, e ate mesmo um adulto durante uma crise, há necessidade de usar um espaçador valvulado para
simplificar a técnica de inalação. Veja abaixo a forma correta de usar aerossol em crianças menores.

TÉCNICA
INALATÓRIA COM ESPAÇADOR

1-Posicione a criança no colo de forma confortável

2-Agite vigorosamente (se não agitar, a medicação não será liberada)

3-Retire a tampa da medicação

4-Posicione a medicação na parte de trás do espaçador, em forma de L

5-Ajuste bem a máscara no rosto da criança (se estiver “folgada” a
medicação vai escapar)

6-Dispare um jato de cada vez (aperte a parte de cima)

7- Conte até 30, com a criança respirando dentro da máscara, com a boca
aberta.

Para o segundo jato, refaça todos os passos desde agitar a medicação.

About these ads
2 Comentários leave one →
  1. Daiani campos Link Permanente
    15/07/2012 10:17

    Quais medicamentos usar na bombinha em uma crianca de 5 anos? E qual total de jatos?

    • ABRA/MG Link Permanente*
      15/07/2012 22:03

      Daiani,
      Os medicamentos inalatórios conhecidos como bombinhas, são medicamentos usados em crianças que chiam muto frequentemente, asmáticas ou não.
      Existem medicamentos broncodilatadores usados somente nas crises e outros, controladores, a base de corticosteroides que devem ser usados de forma prolongada e contínua, conforme a gravidade da doença.
      Esses medicamentos podem ser usados em crianças no primeiro ano de vida, ou seja, assim que os sintomas da doença se instalem. Alguns, mas nem todos, foram testados em crianças abaixo de cinco anos.
      O número de jatos vai depender do tipo do medicamento prescrito.
      Converse com o pediatra da sua confiança e esclareça melhor as suas dúvidas.
      Corina Toscano Sad

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: