Skip to content

Dia Mundial de combate à asma em BH: elo com a rinite

07/06/2011

Em comemoração ao Dia Mundial de Combate à Asma, celebrado na primeira terça-feira do mês de maio, a Associação Brasileira de Asmáticos (Abra-MG), promoveu a palestra gratuita “A importância do tratamento da rinite para o controle da asma”, no último dia 5 de maio.

A alergista e pneumologista infantil Marisa Lages Ribeiro  esclareceu a população sobre as duas doenças, suas formas de prevenção e tratamento. “Na rinite alérgica, os principais sintomas são espirros frequentes, nariz entupido, escorrendo ou coçando. Na asma, são chiado e falta de ar”, explicou a médica.

A rinite alérgica é uma das doenças crônicas mais comuns e sua prevalência no Brasil varia entre 20 a 30% da população. Apesar de não possuir gravidade significativa, a rinite traz prejuízo à qualidade de vida das pessoas, além de favorecer o agravamento de outras doenças respiratórias, como a sinusite e asma.

Já a asma acomete 300 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. No Brasil, de 10 a 25% da população são asmáticos e pelo menos 10 milhões de brasileiros convivem com a forma persistente da doença.

“Nos últimos anos, pesquisadores de todo o mundo têm alertado sobre a importância de se tratar a rinite para obtenção de um controle mais eficaz da asma”, frisou Marisa Lages Ribeiro. A alergista explicou que as duas doenças têm sido apontadas como manifestações de um mesmo processo crônico inflamatório das vias aéreas.

O evento teve o apoio da Associação Médica de Minas Gerais e da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia – Regional Minas Gerais (Asbai-MG) .

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Daiani campos permalink
    15/07/2012 10:30

    A rinite não tratada com medicamentos certos altera a asma??

    • ABRA/MG permalink*
      15/07/2012 22:18

      Altera muito, Daiani.
      A rinite e a asma são doenças intimamente ligadas. Além da estreita ligação anatômica do nariz e pulmões, das funções interrelacionadas da respiração, existem outros elos entre os dois orgãos que foram estudados e amplamente divulgados na comunidade científica. O estudo mais completo é conhecido como Projeto ARIA, Allergic Rhinitis and his Impact in Asthma.
      Por volta de 80% dos asmáticos sofrem de Rinite, e se a Rinite não for adequadamente tratada, vai ser muito dificil controlar a asma.
      Corina Toscano Sad

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: